Notícias

Notícias

Voltar

MX das Nações 2016 Portugal 22º na qualificação

26 SET 2016
  • MX das Nações 2016 Portugal 22º na qualificação
Perante milhares de espectadores que desde a noite de ontem começaram pacificamente a invadir todos os espaços ao redor do Maggiora Park.
Perante milhares de espectadores que desde a noite de ontem começaram pacificamente a invadir todos os espaços ao redor do Maggiora Park, realizaram-se hoje as qualificações para aquela que é a 70ª edição do Motocross das Nações. Três corridas onde a equipa lusa não conseguiu somar o número de pontos necessários para estar no lote das 19 melhores ao ficar na 22ª posição a apenas cinco pontos da qualificação directa para o confronto agendado para amanhã. Os primeiros a entrar em acção foram os pilotos da classe maior (MXGP) com Rui Gonçalves a defender as cores portuguesas. Logo no arranque o piloto de Vidago foi vitima de uma queda e foi com bastante esforço e numa clara demonstração de toda a sua experiência e rapidez que conseguiu recuperar até um brilhante 16º posto. Realizando tempos por volta que em condições normais o colocariam de forma sólida entre os dez melhores, Rui Gonçalves viu assim a sua corrida condicionada por uma manifesta falta de sorte no momento da partida. Na segunda corrida foi a Hugo Basaúla que entrou em pista perante os restantes 37 adversários e no final dos 20 minutos mais duas voltas regulamentares o campeão nacional de Motocross - a competir aqui aos comandos de uma máquina da classe MX2 - foi o 20º na linha de meta, o que mantinha a equipa lusa entre as qualificadas, mas com a concorrência muito próxima. A fechar o dia de qualificações Paulo Alberto atacou o traçado no pelotão da classe Open para ser o 26º no final da corrida, resultado esse que acabou por não entrar nas contas finais da equipa pois o pior resultado do trio de pilotos é descontado. A selecção nacional acabou no entanto por ser batida por outras equipas e amanhã terá que enfrentar a Final B, a derradeira oportunidade para encontrar a última posição na grelha de partida para as finais deste MX das Nações 2016. Pela frente terá mais 11 equipas desejosas de conseguir o mesmo perante uma multidão que pode atingir os 80.000 espectadores segundo previsões da organização para o dia de Domingo. A romaria rumo ao circuito continuou a ser sentida ao longo de todo o dia de hoje, com as estreitas estradas da região a ajudarem à formação de enormes filas de trânsito que deverão continuar ao longo da noite com muitos amantes do motocross a rumarem aos locais de acampamento em ambiente de verdadeira festa que se está a viver junto aos Alpes.
Partilhar
Voltar